sábado, 31 de janeiro de 2009

Quero me cobrir com esses Lençóis


Estou a papear com um amigo internacional aqui e mencionei os Lençóis Maranhenses pra ele como um dos lugares que gostaria de visitar antes de morrer (além de também as Cataratas do Iguaçú).



Ô lugarzinho bonito. É até poético o jeito que o lugar nasce, se desenvolve, tudo de uma maneira única no mundo. :) Como diria um slogan que li num dos sites: "O único deserto do mundo com milhares de lagoas".





Está decidido: Como Janeiro já acabou vou deixar pra ir lá algum outro período de férias. :D





Alguns sites para saber mais:

- Parque dos Lençóis
- Parque Lençóis
- Lençóis Maranhenses (guia de hotéis e pousadas)
- Brasil Azul
- Férias Brasil
- Mochila Brasil (muito bom este site, dá vontade de ir na hora!)
- Revista Turismo

E O MAIS IMPORTANTE:

>>> VOTE LENÇÓIS > Site que descobri que quer eleger os Lençóis como uma das 7 maravilhas naturais do mundo. É do mesmo grupo New 7 Wonders. Ok, acabei de verificar que os Lençóis não classificaram. Mesmo assim eu fui lá e votei e na hora descobri que temos alguns candidatos e que eles estão atualmente nas seguintes posições:

2º Amazônia (Grupo E - florestas)
3º Cataratas do Iguaçú (grupo F - cachoeiras)
5º Fernando de Noronha (grupo B - ilhas)
9º Monte Roraima (grupo C - montanhas)
9º Pantanal (Grupo E - florestas)

Recomendo a todos então que visitem o site, cadastrem-se na hora (nem deu trabalho nem novas páginas abertas, nada, facim facim) e votem nas nossas belezas naturais.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Frases soltas que deveriam ser presas



- Se tudo que é bom dura pouco, eu já deveria ter morrido há muito tempo.

- Seu futuro depende de seus sonhos. Então, vá dormir!

- Cavei, cavei, cavei e continuarei cavando. Isso não é romântico mas é muito profundo.

- Se um dia você perder o controle, levante-se e mude de canal manualmente

- Fazer nada é muito difícil: você nunca sabe quando acabou.

- Tudo na vida muda, até surda-muda.

- Tinha um passarinho que se chamava Tro. Toda vez que chovia Tro voava.

- Tinha um pintinho chamado Relam. Um dia choveu e Relam piou!

- Quando alguém lhe chamar de gordo não ligue, você é maior que tudo isso.

- A humanidade está perdendo seus maiores gênios... Aristóteles faleceu, Newton bateu as botas, Einstein morreu, e eu não estou passando muito bem hoje.

- Por maior que seja o buraco em que você se encontra, pense que por enquanto, ainda não há terra em cima.

- A internet não te deixa idiota. Só deixa a tua idiotice mais acessível aos outros.


Fonte: Desconhecida (recebi por e-mail).

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Obamania

Loucura! Euforia! Norte-americanos em estado de transe!

A quantidade de produtos já fabricados com a cara do novo presidente, a impressão de que algumas pessoas devem saber mais da vida dele do que o presidente de seu próprio país..

Parei o que estava fazendo ontem para assistir a bendita da posse do cara na Record News (canal 46), que minha tv (por algum motivo obscuro) capta marromeno o sinal. Se não fosse isso ficava sem ver. Ô saudade da tv a cabo e uma CNN sem traduções toscas.. Enfim, tive de assistir a posse porque senão não teria assunto para comentar com as pessoas pelos próximos dias. A agenda mundial teve uma pausa do conflito Faixa de Gaza-Israel-Líbano e o Brasil está agora entre a queda do galpão/templo protestante em SP, BBB9 (arg!) e carnaval.

Os EUA estavam um tanto perdidos mesmo, isso está claro já. Também, quem manda reeleger o Bush Filho! Aparentemente a única economia que não estava quebrando por lá era a bélica. Com incêndios intermináveis na Califórnia (com mansões milionárias sem seguro) depois de furacões vindos dos mares do Sul, era bastante quebradeira para eles lidarem assim em sequência (sem o trema).

O Obama poderia quebrar o galho do país dos ancestrais dele (Quênia) e beneficiar os dois países, beneficiando as duas economias. Ou como diria o Mangabeira Unger, deveria ver o Brasil como país bem mais parecido com os EUA do que gostariam de admitir, e com enormes possibilidades de crescimento mútuo, e investir melhor do que o habitual "comprar suco de laranja e dificultar a entrada ferro de ótima qualidade" de sempre (entre outros, é claro. Isso é só um exemplo).

Enfim, é esperar pra ver se ele é tudo isso mesmo ou não. A coisa funciona enquanto ele tiver a população norte-americana encantada com ele.

domingo, 18 de janeiro de 2009

Nós que aqui estamos, por vós esperamos

Sempre achei esta frase o máximo! Ela me cativa de algum jeito que nem sei direito como dizer.

É o nome de um documentário brasileiro, feito por Marcelo Masagão em 1999 e que tem 73 minutos.

Não consigo descrever melhor do que a própria sinopse do vídeo, encontrado aqui:

"É um filme-memória sobre o século XX, a partir de recortes biográficos reais e ficcionais de pequenos e grandes personagens que viveram neste século. Este filme pretende discutir a banalização da morte e por correspondência direta, da vida. Noventa e cinco por cento das imagens são de arquivo: filmes antigos, fotos e reportagens de TV. O filme não tem um locutor e nem depoimentos orais dos personagens envolvidos.

A sonorização é toda realizada com música, efeitos sonoros e silêncios. A música é de Wim Mertens. O título, 'Nós que aqui estamos, por vós esperamos' foi extraído do pórtico de um cemitério de uma cidade do interior de São Paulo."

Enfim, um pouquinho do vídeo (ele se encontra na íntegra no youtube).


sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Skoob e a leitura necessária

Recebi o convite de um colega para entrar no mundo virtual duma tal 'rede social para pessoas que gostam de ler': Skoob! Acabei descobrindo que o site é um barato! Junta o conceito de rede social (que todos aprendemos a conhecer e amar ou odiar com o Orkut) com a leitura.

É um site como sempre quis ter durante a infância.

Moro perto de uma biblioteca pública (vulgo: a melhor biblioteca pública de Brasília) e passei minha infância e pré-adolescência frequentando o setor de infanto-juvenil de lá. Sempre (sempre) senti falta de um ponto de discussão, pessoas que lessem também e que eu pudesse discutir ou um concurso de leitura que eu pudesse escrever resumos dos livros e competir etc. Nunca tive. Passei outros muitos anos sem frequentar a tal biblioteca. No melhor estilo tão longe, tão perto.

Eis que muitos anos depois volto. Tantas coisas mudadas!! Fizeram a tal da competição de resumos de livros. Criaram um Sociedade Amigos da Biblioteca, onde as pessoas pagam mais caro pelo semestre mas têm direito a mais livros e mais dias de empréstimo, são convidados de honra para apresentações de músicos da cidade e lançamentos de livros.

Enfins, caso é que hoje surge este oportunidade de ver os livros que tanto li e gostei e falar com pessoas que sentem o mesmo prazer pela leitura.

Recomendo o site!

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Google Translator

Mas se não é o Google novamente quebrando aquele galho bacana. Siiim, consegui finalmente colocar o bendito botão para traduzir o site para alguns amigos internacionais. :D


So, here we are. Multiple language blog. :) I checked, it's at least not as bad as some that I've tried before. And yes, some posts don't make MUCH sense, but at least it makes more sense than trying to guess what was I saying.

If it still doesn't make sense, you're reading it write. That's some "Helga's" effect :P.

Enjoy.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Malta

"A República de Malta é um pequeno país europeu, composto por um arquipélago de cinco ilhas muito próximas, situadas a 93 km ao sul da ilha da Sicília, a sudoeste da Itália, e a 290 km ao norte da Líbia, na África. O arquipélago maltês está encravado no centro do Mediterrâneo. As terras mais próximas são todas sicilianas / italianas: a grande ilha da Sicília a norte, as ilhas Pelágias a oeste e a ilha de Pantelleria a noroeste. Sua capital - situada na ilha de Malta - é La Valetta. As cinco ilhas do arquipélago maltês são: Malta, Gozo, Comino e duas ilhotas desabitadas Cominotto e Filfla, as quais, no total, têm superfície de 316 km² e abrigam uma população estimada em 400 214 habitantes (agosto 2006).

Malta passou a fazer parte da UE a partir de 2004.

Malta tem um clima mediterrâneo, com invernos amenos, verões quentes e secos, e chuvas de 510 mm em média. Cerca de 40% da terra é cultivada, principalmente com trigo, batata, tomate e vinhas. O turismo é uma das principais fontes de renda.

Maquinaria, bebidas, tabaco, flores, vinhos, artigos de couro e batatas representam as principais exportações."

Sua população é de quase 400 mil habitantes, sendo um dos locais mais densamente povoados do mundo, atingindo a marca de 1.265 habitantes por km2. (fonte: wikipedia)



Agora aplicação prática com este videozinho sobre um italiano em Malta, hihihihih.


quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

País do jeitinho

Esta mereceu um post!!

Imaginem vocês que um amigo, estando num aperto, disse que tentaria resolver o problema daqui e dali e por fim concluiu: "Ah, quer saber: deixa que as coisas se resolvem mais cedo ou mais tarde. Afinal, 'estamos no país do jeitinho, haahahahhá' (sic) ".

Este termo é recorrente. Principalmente em terras brazucas. Jeitinho à frente das coisas feitas corretamente. Bom por um lado, ruim por outro. Tem sempre alguém se dando bem às custas dos outros. Mas tudo bem, vamos levando as coisas assim mesmo. Acho até que no fundo no fundo nem achamos ruim pois em algum momento nos beneficiamos (filas furadas, papéis rasurados, mentiras contadas..).

ENFIM! Que o termo foi bem engraçado, foi.

sábado, 3 de janeiro de 2009

Reveillon com os amigos

Já de antemão digo: não teria sido nem metade engraçado passar o reveillon se não tivesse sido com eles.

Tudo começou inclusive com a tal duma reunião pré-reveillon no Chiquita (aparentemente é nosso novo point de encontros.. culpa da caipiroska de R$3,90!) na noite anterior. Discute daqui, não discute dali.. resolveu-se realmente quase nada, hehehe. Mas bebemos e nos encontramos, o que era alguns dos propósitos.

No dia 31 mesmo começou aquele tanto de ligações pra uma e pra outra e pra uma e pra outra e fiquei sabendo que seria buscada em casa. Beleza. O motorista responsável da vez era o Cláudio que ainda dirigiria muuuuito aquela noite, heheheh. Enfim, com todos dentro carro fomos para a primeira festa: Casa do Mário. Festa bem família, tranquila, adoramos os amigos e os pais do Mário, todo um mundo um barato. Reveillon lá.

Depois a Alê já tinha combinado de ir à outra festa. Nem metade da qualidade da primeira. Senhores urubuzando as meninas (nós) e nós (as meninas) coladas no Cláudio para sobreviver ao ocorrido. Para que tenham uma idéia da distância: foi necessárias muitas ligações para a amiga para descobrir onde era o local (que por sinal era perto da Ermida!!!) onde o asfalto acabava e a animação do carro mantinha o clima bacana da noite. Decidimos sair de lá e tentamos conferir a tal da festa da Mormaii.

Infelizmente nosso timing não estava muito bom, logo antes da gente chegar moleques com testosterona de mais e muita necessidade de auto-afirmação inventaram de brigar lá dentro, o que chateou os seguranças que por fim não foram muito favoráveis a deixar a gente entrar. E como naquela hora já não tinha mais cambistas por perto.. decidimos ir pra nossa última parada: casa da Camila. :)

Muito papo na sala, uma coisa que é certa tradição pra mim, pedi para que fizessem companhia pra mim porque eu queria ver o nascer do Sol do primeiro dia do ano em Brasília. Esperaram comigo :). Fomos até o Eixo para ver melhor o céu (nublado :( mas tudo bem). De lá voltamos pra dormir (quem era de dormir, e ir embora quem era de ir embora).

Enfim, a virada foi diferente do que eu tinha imaginado, mas com a presença dos amigos (e dos novos amigos que fiz esta noite) a experiência foi toda no fim muito boa.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2009