sábado, 28 de novembro de 2009

Lambada: a dança proibida

Estou que não me aguento aqui. Vendo SBT (Eu, a patroa e as crianças), durante o comercial vejo a propaganda do filme Lambada: a dança proibida e penso "hm, nunca vi este filme, poderia ver"

No início do filme uma celebração da tribo: capoeira, duas mulheres claramente americanas, índios (alguns vestidos como índios americanos), negros e música baiana. Ou seja, né: a Amazônia/Rain Forrest.

O filme é inocente em diversos momentos (ah, os anos 80), ridículos em muitos outros. Enorme dúvida entre obviamente não assistir ou assistir e ver que absurdos falariam. Como estes:

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Outra do Sarney

Resolvi fazer média com minha leitura de jornais e, além de ver as chamadas do Correio Braziliense de sempre, fui abrir outros jornais também: Zero Hora, O Globo e O Estado de S. Paulo (vulgo Estadão).

Comecei pelo Estadão. Antes mesmo de ver qualquer outra coisa me deparo com a seguinte chamada: Há 118 dias sob censura. Como assim, josé? É lá que abro esta página e descubro mais uma do Sarney. A matéria fala melhor do que eu:

"Justiça censura Estado e proíbe informações sobre Sarney

Gravações em áudio proibidas revelaram ligações do presidente do Senado com os atos secretos da Casa
Felipe Recondo, de O Estado de S.Paulo
BRASÍLIA - O desembargador Dácio Vieira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), proibiu o jornal O Estado de S. Paulo e o portal Estadão de publicar reportagens que contenham informações da Operação Faktor, mais conhecida como Boi Barrica. O recurso judicial, que pôs o jornal sob censura, foi apresentado pelo empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP) - que está no centro de uma crise política no Congresso." (link meu na Operação. É que a explicação tá no Wiki heheheh. No Wiki!!).


A princípio pensei: Não, deve ser que esses jornalistas estão sendo pescoçudos mesmo sobre o assunto e a polícia quer manter um pouco mais de sigilo. Aí fui lendo mais e lendo mais..

Isso porque o assunto começou em 31/07. Uma das melhores partes foi quando, em 30/09 o caso vai pra Justiça Federal Cível de primeira instância NO MARANHÃO!!!!!

Enfins, eu fico de cara. Por isso que estamos lá em 50º (ou mais?) lugar no ranking dos países mais corruptos do mundo.

------------------

No Globo.com:

O novo design do Google. O azul tá mais azul. Não gostei. Mas gostei da ideia da barrinha vertical à esquerda auxiliando a busca. Contanto que torne a busca menos trabalhosa (leia-se: volte menos lixo/ruído virtual).

Quis arriscar não. Vai que não consigo voltar o trem. Gosto da cor do Google do jeito que está.

------

Em SP Homem-gato janta peixe cru. Tipo, o cara não faz mais nada da vida. Evolucionismo ou não, tá aqui o cara, polegares opositores, estrutura da fala e conhecimentos complexos, habilidades sociais desenvolvidas.. tudo tudo TUDO pra ele ser feliz.. sendo um gato. Tsc tsc tsc.

-----------------

E no Zero Hora:

Matérias regionais, matérias regionais..

Eu poderia até comentar um bocado de coisa, mas o que vou comentar é:

Achei um site de busca lá no jornal que é regional também. Advinhem o nome?

...

..

.


Hagah

:D


Como eu disse, é regional. Pra região Sul.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Alguns planos para as férias..

Por: Jana sem H

Planejar férias ficou tão complicado depois que comecei a trabalhar.

Antes era só saber o que eu queria fazer (e quando) daí eu me ajeitava com a chefe nos estágios da vida universitária (inclusive pedindo as contas de um estágio que pagava bem). Nada era obrigatório (tipo, férias vencem) e não dependia tanto dos outros (tipo a vontade da empresa).

Agora é o contrário, tenho que marcar as férias sem saber o que vou fazer na época (agendamento prévio com toda a equipe). Já passei um pedaço de férias completamente a toa porque a chefa precisou remarcar e eu não tive tempo (leia-se $$) de programar nada.

sábado, 21 de novembro de 2009

TO PAGAAANO!!

AGORA o Gmail tem espaço pra mim! Antes não tinha, como visto anteriormente aqui e aqui.

Custou-me US$5.00 para diminuir esta dor de cabeça.















Depois de muito quebrar a cabeça e deletar muitos emails (alguém já tentou revisar e deletar 5 anos de emails?) finalmente eu cansei de ver minha caixa alternando de 98% para 99% e os ultimatums malditos do Gmail na minha cara todo santo dia.













Enquanto eu tiver US$5.00 pagáveis pelo meu cartão manterei esta maldita conta só acumulando bytes. Que venham os .ppt e .mov!!

HAHAHHAHAHAHAHHA (sim, malignamente).

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Dívida


Hoje paguei uma dívida de mais de 10 anos de um sorvete de chocolate ao irmão mais velho Jr.









Bom, cobrada sobre isso já não posso ser mais. Não é o mesmo, mas é tão gostoso quanto.

Já era a hora de pagar, né? :P

Foi mal, eu não sabia que o sorvete era seu. Só não cometa o mesmo erro de demorar tanto tempo pra pagar uma dívida com alguém também.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Mastigando 30 vezes

Nem lembro quando começou, mas há muito tempo passei a mastigar mais devagar os alimentos. Deve ter sido após a adolescência (quando meu metabolismo aquietou e passei a comer menos também).

Desde então passei a observar certas regrinhas de alimentação:

- começar pela salada (pois é processada no intestino e não no estômago),

- comer frutas separadamente (pois dá problema enzimático misturar fruta com comida),

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Defensoria Pública no DF

Recebi por e-mail (autor desconhecido) e concordo. Temos que conhecer e fazer valer nossos direitos. E sabendo onde fica o atendimento da Defensoria Pública (no DF) fica mais fácil. O site é www.defensoria.df.gov.br Tem atendimento no Na Hora e várias delegacias nas satélites (que não são mais satélites) para facilitar o acesso.

"O brasileiro não conheçe os seus direitos, sendo de conhecimento público tal fato. Um direito que as pessoas desconhecem é o fato de que a Defensoria Pública é obrigada a ajuizar ações contra o estado para garantir o fornecimento de remédios e cirurgias.
Aqui no Distrito Federal a Defensoria Pública possui um núcleo específico para garantir medicamentos, fraldas, cadeiras de roda, cirurgias e vagas de uti. O endereço da Defensoria Pública é:
SCS, quadra 4, Ed. Zarife, 2º andar
Telefone: 3905-6699

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Help!

Help, I need somebody,
Help, not just anybody,
Help, you know I need someone, help.

When I was younger, so much younger than today,
I never needed anybody's help in any way.
But now these days are gone, I'm not so self assured,
Now I find I've changed my mind and opened up the doors.

Pixaim

Meu cabelo duro é assim, cabelo duro, de pixaim
Nega não precisa nem falar
nega não precisa nem dizer
Que meu cabelo duro se parece é com você
(bis)

Quem me ligou, não disse alô
Tou no chuveiro, tou com calor
Tou resolvendo, pra onde eu vou
O segurança toca o agogô
Eu tou ligado ligado no meu cabelo duro,
que é de pixaim
É de pixaim, é de pixaim

(Refrão)