sexta-feira, 19 de março de 2010

Reclusão

Passei a última semana reclusa no fabuloso reino das Águas Claras.

Extensa rotina de alimentar, cuidar e alisar gatos. Estas gatas. A parte difícil foi resistir a tv a cabo. E conseguir me concentrar nos estudos com as duas tumultuando.

Finalmente essa história chega ao fim hoje. Nada como meu lar. Mas, né, barulho por barulho: troco a bateção das construções do prédio ao lado pela velha e boa música dos vizinhos de dia e algazarra à noite. Tou louca pra me mudar logo de lá. Embora pareça um tanto difícil fugir de vizinhos barulhentos e mal educados hoje em dia.

domingo, 7 de março de 2010

Um carneirinho, dois carneirinhos

Escrevo este post no calor do stress das 5h43 da manhã, stress este que só tem quem é acordado às 4h30 ouvindo os vizinhos pulando no primeiro andar em sua casa e cantando Rebolation.

Eis que acordo algo em torno das 4h30 com os vizinhos, no que penso ser o terraço fechado deles, como em um campeonato de achar palavras em músicas e cantá-las. Rebolation era a música chiclete da vez.

E foi e foi e foi e foi. Pensei inúmeras coisas "não, tudo bem. Será um caso isolado depois não se repetirá" (sendo que o mesmo havia ocorrido na noite anterior, só que acordei 5h30 pra voltar a dormir na sequência) ou "não, tudo bem. Eles são bons vizinhos, nunca fazem barulho" (mas isso não possibilita a eles essa brecha mesmo assim) ou mesmo "ah, daqui a pouco eles param".

sexta-feira, 5 de março de 2010

Pianinho

Depois de consultoria profissa adevocatícia com o Estêvão eu já estava com o pé na porta para ir ao ex-Juizado de Pequenas Causas (cujo nome ainda não gravei), que fica perto do metrô do Shopping.

Eis que me liga uma moça querendo falar com meu pai e com meu pai somente. Mal sabia ela que quem se entende com essas confusões de telefonia soy yo.

Ela liga e diz que quer confirmar dados pra poder mandar emitir outro chip da Brasil Telecom. No caso de perda/roubo diz a lenda que a gente tem de comprar outro chip, normal, só que os da BrTelecom não são mais vendidos por aí, então só pelo telefone mesmo. Blz.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Oi e a Anatel - Continuação da novela

Por sugestão de atencioso anônimo fui ao Google coloquei Anatel e tal pra ver se achava um post já com o caminho das pedras das ajudas. É tanta gente ferrada pelas empresas de celular que eu não duvidava nada encontrar. Eis que logo na primeira página de resultados eu encontro:

ESTE link.