quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Ilha das Flores

Ainda na política de tirar do limbo e entrar para a história eis outra postagem esquecida na pasta Rascunhos. 

Neste caso trata-se apenas de uma idéia, um link, este


Pois eu gostaria de relembrar a quem viu, ou mostrar a quem não viu, este documentário que tornou-se um clássico das escolas: Ilha das flores, de 1989.

Mesmo que este documentário não esteja mais presente quando virem esta postagem, procurem no Youtube ou qualquer outra fonte pois é um vídeo-reflexão que vale a pena. O vídeo é inteligente e bem montado e provoca as reflexões que se esperavam. Não posso confirmar se provoca as mudanças de atitude que se esperariam também. Por via das dúvidas deveria ser sempre repetido e repetido para que a gente nunca se esquecesse.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Autonomia

A pasta Rascunhos aqui está cheia de reflexões que nunca concluí. Esta é uma, de janeiro/2009. Por que não postar, né? Aí vai.

------------------------------------------

Quem é mais feliz: um rico empresário ou um vendedor de pipoca na praça?


Não me me lembro onde, mas essa ideia ficou me martelando e nunca mais me saiu da cabeça. A felicidade de uma pessoa está diretamente ligada à autonomia que ela possui em desempenhar uma determinada tarefa.

Uma criança que entende onde pode e não brincar possui muito mais liberdade de movimento do que um adulto que sempre foi criado tendo restrições à sua volta. Uma decisão tomada precisa da aprovação de alguém ou arca-se com a responsabilidade das possíveis consequências por si mesmo?